Optical Fiber Advantage | Corning

We use cookies to ensure the best experience on our website.
View Cookie Policy
_self
Accept Cookie Policy
Change My Settings
ESSENTIAL COOKIES
Required for the site to function.
PREFERENCE AND ANALYTICS COOKIES
Augment your site experience.
SOCIAL AND MARKETING COOKIES
Lets Corning work with partners to enable social features and marketing messages.
ALWAYS ON
ON
OFF

A Vantagem Corning Fiber

O centro de testes ópticos da Corning cria e garante os padrões da indústria

No CFT, nossos engenheiros responsáveis pela medição de produtos conduzem os testes mais rigorosos de especificação da indústria para garantir que a fibra óptica Corning funcione de acordo com a aplicação pretendida, desde o momento em que é instalada até o final da vida útil esperada do produto.

Nossa liderança em inovações em fibra óptica é lendária. A Corning foi pioneira ao desenvolver uma série de produtos novos de fibra responsáveis pelo avanço da indústria, permitindo uma maior capacidade e potencialidade de serviço. Às vezes, inventamos novos produtos de fibra tão avançados que não existem padrões industriais que se correlacionem. Quando isso acontece, o nosso centro de testes de fibra óptica (CFT) cria os padrões de testes e medições.

No CFT, as propriedades da fibra são medidas com nossos exigentes critérios e padrões da indústria que são estabelecidos pelo National Institute of Standards and Technology (NIST), a Comissão Eletrotécnica Internacional (IEC), a Associação das Indústrias de Telecomunicações (TIA), a União Internacional de Telecomunicações (UIT), o Setor de Padronização de Telecomunicações (UIT-T), e muitos mais. Além disso, o CFT, muitas vezes, conduz testes em resposta à solicitações de clientes, mesmo quando as solicitações não são exigidas pela indústria.

A fim de garantir a perfeição, são medidos: a atenuação da fibra, dispersão, largura de banda, tolerâncias ambientais, desempenho, atributos de decapagem e de emenda, resistência, fadiga, e muito mais.

As medições desenvolvidas no CFT são reproduzidas em nossas instalações de fabricação de fibra óptica. A Corning possui a capacidade de rastrear cada pedaço de fibra produzida, e pode identificar onde e quando a mesma foi fabricada, se ainda está no carretel ou se foi vendida há 30 anos. De fato, os clientes relatam que cabos de teste instalados no final da década de 1970 e início da década de 1980, ainda estão em uso. Além disso, há evidências consideráveis de que os cabos ópticos recuperados do campo anos depois da instalação ainda atendem às especificações sob as quais foram instalados. Esta é uma prova do rigor e integridade dos processos de testes do CFT.

Nosso legado

Nosso legado

Três de nossos cientistas inventaram a primeira fibra para comunicações, e mudaram o mundo.

Hoje, nem nos damos conta de nossa "conectividade", isto é, a capacidade de nos conectarmos diretamente ao mundo e acessar informações sobre praticamente qualquer assunto, a qualquer momento, em quase qualquer lugar. Mas em 1970, quando os cientistas Drs. Robert Maurer, Donald Keck, e Peter Schultz da Corning Incorporated inventaram a primeira fibra óptica de baixa perda, eles não poderiam ter previsto como ela revolucionaria drasticamente a indústria de telecomunicações. Sua descoberta revolucionária abriu o caminho para a comercialização da comunicação por fibra óptica transmitindo 17 decibéis de luz por cada quilômetro de fibra. Hoje em dia, esse número é 0,17 dB/km para o conjunto da Corning de fibras de perda ultrabaixa, um desempenho 100 vezes melhor do que a primeira fibra de baixa perda. Mais de 2 bilhões de quilômetros de fibra foram instalados ao redor do mundo.

Foi necessário um investimento de longo prazo para levar a fibra óptica para o mundo

Após quatro anos de tentativas e erros, Maurer, Keck e Schultz superaram nossa concorrência para levar as comunicações de fibra óptica para o mundo.

A evolução da fibra ao longo dos últimos 40 anos é uma história sem igual, e a Corning esteve à frente de todas as grandes inovações na jornada deste meio de transmissão revolucionário. Tudo começou em meados da década de 1960, quando se tornou claro aos pesquisadores da Corning e à indústria da comunicação como um todo, que a infraestrutura existente de fio de cobre, utilizada para a transferência de dados e voz, não teria largura de banda suficiente para o iminente aumento de tráfego.

Era necessária uma nova solução, e a Corning acreditava que a fibra óptica era a chave. Apoiados pelo investimento da empresa de "dinheiro paciente", Maurer, Keck e Schultz empregaram estratégias inovadoras para a resolução de problemas e superaram a concorrência na corrida para desenvolver a primeira fibra óptica de baixa perda. Após quatro anos de tentativas e erros, experiências e aprendizados, eles descobriram um processo de fabricação único para uma fibra de vidro ultrapura, com a espessura de um fio de cabelo que transmitia sinais de luz de baixa atenuação, também conhecida como perda de sinal.

Read More
Compartilhar